Sharing is caring!

"Várias Provações"

“Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes
em várias tentações; sabendo que a prova
da vossa fé opera a paciência.”
— Tiago 1:2-3

WM-Portuguese-cover

Qual é o propósito de Deus em nossas provações e tribulações? Muitos Cristãos não têm nem ideia de porque Deus permite nossos sofrimentos. Sem este entendimento, é de se surpreender que os Cristãos hoje em dia sejam tão facilmente derrotados? Veremos que há muitos benefícios que vêm das nossas provações e testes, especialmente o desenvolvimento da nossa fé e da perseverança necessária para completar o caminho à nossa frente. 

A coisa mais importante que devemos compreender durante nossas provações, tribulações, testes e tentações é que Deus está no controle! É a Sua mão que permite que estas provações toquem ou não toquem as nossas vidas. Quando Ele as permite, Ele envia a Sua graça, que nos capacita a suportá-las. 

Tentações. As tentações que experimentamos são comuns aos homens, como a Escritura diz, porém Deus provê um meio de escape. “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar” (1 Coríntios 10:13). 

As tentações são trazidas pelas nossas próprias concupiscências. Deus não nos tenta a fazer o mal, mas, ao contrário, é a nossa concupiscência que nos tenta a fazer aquilo que sabemos que não deveríamos! “Ninguém, sendo tentado, diga: de Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência” (Tiago 1:13- 14). Quando pensamos em concupiscência, normalmente pensamos em algo sexual. Entretanto, a cobiça a que a Bíblia se refere é a ambição de tudo o que alimenta a nossa carne, isso inclui construir nosso próprio caminho. 

Nós estamos em Suas Mãos. “Deveras todas estas coisas considerei no meu coração, para declarar tudo isto: que os justos e os sábios, e as suas obras, estão nas mãos de Deus” (Eclesiastes 9:1). 

Permissão para a adversidade. Uma das coisas mais confortantes é saber que Satanás não pode nos tocar sem a permissão de Deus. “E disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão” (Jó 1:12). 

Satanás não apenas precisa de permissão, mas também recebe instruções específicas sobre como pode nos tocar. “Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo...” (Lucas 22:31). 

Arrependimento e salvação. “Agora folgo, não porque fostes contristados, mas porque fostes contristados para arrependimento; pois fostes contristados segundo Deus; de maneira que por nós não padecestes dano em coisa alguma. Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte” (2 Coríntios 7:9-10). Deus nos permite sofrer para levar-nos ao arrependimento. Quando tentamos fazer com que nossas esposas (ou outros) arrependam-se do que fizeram, isto não trará o verdadeiro e genuíno arrependimento. 

Nós precisamos de graça. “E disse-me: A Minha graça te basta, porque o Meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte” (2 Coríntios 12:9-10). Como nós conseguimos a graça que precisamos? Através da humildade. 

Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes” (Tiago 4:6). 

“Qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado” (Lucas 18:14). 

“Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra” (Mateus 5:5). 

“A soberba do homem o abaterá, mas a honra sustentará o humilde de espírito.” (Provérbios 29:23). 

Reconhecermos nossas fraquezas, confessarmos nossas faltas e sermos humildes, isto permitirá que o Espírito Santo habite em nós. Então aprenderemos o contentamento, não importa quais sejam as circunstâncias. 

Aprendendo contentamento. Vemos que precisamos aprender a ter contentamento através das circunstâncias difíceis que Deus permite. “Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido e sei também ter abundância; em toda a maneira e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade” (Filipenses 4:11). 

Aprendendo obediência. Até mesmo Jesus aprendeu obediência através de Seus sofrimentos. “Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu” (Hebreus 5:8). 

Ele nos aperfeiçoará. “Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo” (Filipenses 1:6). Uma vez que Ele tenha começado a boa obra em você (e em sua esposa e seus amados), Ele a completará. 

Nós devemos ser um consolo para os outros. Não devemos meramente receber consolo de Deus – somos orientados a consolar outros, não importa quais sejam suas aflições! “Bendito seja o Deus de toda a consolação; que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus” (2 Coríntios 1:3-4). Muitos homens têm dificuldade em confortar aqueles que sofrem. Alguns nem sequer podem confortar suas esposas ou filhos (às vezes, porque eles são a causa da dor). 

Se negligenciarmos a nossa responsabilidade em confortar os nossos entes queridos, eles se voltarão para outros (o que pode ser perigoso), e nós vamos perder uma bênção. A bênção é a chance de estar mais perto da pessoa a quem confortamos. Homens, precisamos confortar outros homens, especialmente aqueles que estão enfrentando problemas conjugais. Se não o fizermos, eles podem recorrer a uma outra mulher (não suas esposas) para obter ajuda. Esteja disposto a se humilhar e compartilhe suas fraquezas e falhas de forma que seu amigo se sentirá capaz de compartilhar as suas com você. Derrube o muro de orgulho; Deus te exaltará. Deixe-se “gloriar” sobre as suas fraquezas como Paulo fez. 

A disciplina de nosso Pai. Muitas vezes nosso sofrimento é disciplina e correção por desobedecermos Sua Lei. “Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, e não desmaies quando por ele fores repreendido. Porque o Senhor corrige o que ama, e (disciplina) a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; Ele disciplina para nosso proveito, para sermos participantes da Sua santidade” (Hebreus 12:5-11). 

A disciplina é uma benção. Quando seguimos o exemplo dos profetas da Bíblia, estaremos ajudando outros a suportarem suas adversidades. “Meus irmãos, tomai por exemplo de aflição e paciência os profetas que falaram em nome do Senhor. Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso” (Tiago 5:10-11). Os homens precisam de ver outros homens suportando tentações e sofrimento, não cedendo, mas mantendo-se de pé para o que é certo. Muitos de nós estamos preocupados em suportar coisas que não têm valor eterno, tolerando coisas que são meramente triviais. 

A disciplina pode ser dolorosa. A disciplina nunca é alegre quando você está no meio dela. Entretanto, aqueles que foram treinados pela Sua disciplina conhecem as recompensas da justiça: ela traz paz. “E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela” (Hebreus 12:11). Aqueles que são atletas levam o treinamento desportivo a sério, e o treinamento de fé? Quanto mais deveríamos ser “treinados” (pelo sofrimento) para recebermos o fruto pacífico de justiça! 

Para receber uma benção. Quando nos fazem mal ou nos insultam, temos que suportar o mal, sem retorná-lo, para recebermos nossa benção. Temos que lembrar que injúrias e males são trazidos para nossas vidas para dar-nos uma “oportunidade” de recebermos uma benção. 1 Pedro 3:9 diz: “Não tornando mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; sabendo que para isto fostes chamados, para que por herança alcanceis a bênção”. “Mas também, se padecerdes por amor da justiça, sois bem-aventurados.” (1 Pedro 3:14). Quanto a você, você é capaz de resistir à tentação para explodir com alguém, incluindo sua esposa, quando um insulto é dirigido a você? 

Isto começa com os Cristãos. Porque o sofrimento precisa começar pelos Cristãos? Porque Cristãos desobedientes e pecadores não levam outros a Cristo. Novamente, é a “vontade de Deus” que passemos por sofrimentos. Precisamos nos permitir sofrer (geralmente nas mãos de outros), confiando nossas vidas a Deus. “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? (...) Portanto também os que padecem segundo a vontade de Deus encomendem-lhe suas almas, como ao fiel Criador, fazendo o bem” (1 Pedro 4:17 e 19). 

O poder da nossa fé. É a nossa fé que abre a porta para os milagres. Você precisa acreditar que Ele é capaz de restaurar seu casamento e não duvidar em seu coração. “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Tende em Deus. Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis” (Marcos 11:22-24). 

Em Sua Palavra Deus disse que sofreríamos. “Pois, estando ainda convosco, vos predizíamos que havíamos de ser afligidos, como sucedeu e vós o sabeis. Portanto, não podendo eu também esperar mais, mandei-o saber da vossa , temendo que o tentador vos tentasse e o nosso trabalho viesse a ser inútil” (1 Tessalonicenses 3:4-5). Não desista! Não deixe Satanás roubar o milagre que Deus tem para você quando tiver perseverado e prevalecido! 

Com Deus. “Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível” (Mateus 19:26). “Jesus, porém, olhando para eles, disse: Para os homens é impossível, mas não para Deus, porque para Deus todas as coisas são possíveis” (Marcos 10:27). Nada (NENHUMA COISA) é impossível para Deus. Trabalhe com Deus. E já que Ele não faz acepção de pessoas, O que Ele fez por outros, Ele fará por você! 

O que você fala. “...Retenhamos firmemente a nossa confissão” (Hebreus 4:14). “Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”(1 Pedro 3:15). “Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei. E, se não, fica sabendo...”(Daniel 3:17-18a) Devemos falar o que Deus diz em Sua Palavra, sem hesitação, com esperança em nossos lábios. Mas espere até que lhe perguntem. Se você estiver cheio da alegria do Senhor durante a sua adversidade lhe pedirão que você explique! Quando você for convidado a dar contas, certifique-se de que você responda a outra pessoa com reverência, respeito e gentileza. Nunca discuta as Escrituras! “Bem- aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus” (Mateus 5:9). 

Cinja sua mente e esteja focado. “Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo” (1 Pedro 1:13). (A palavra sóbrio significa pensando claramente). Que fique claro em sua mente como você evitará as consequências de uma mente dividida. Além disso, tenha a certeza de que você não pode travar uma batalha espiritual se você não está fisicamente sóbrio. Se você é um escravo do álcool, você terá problemas ao lutar contra os maus pensamentos e tentações, que acabarão por destruir você e sua casa. 

Seja cheio de alegria. Devemos nos alegrar em nossas provações, porque sabemos que produzem a paciência que nos permitirá completar o caminho proposto a nós. “Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações, sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma. E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e o não lança em rosto, e ser- lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte” (Tiago 1:2-6). Nós sabemos que nossa fé está sendo provada. Medo e dúvida vêm à mente de qualquer um, apenas não os acolha! Ao invés, pense apenas na Verdade. Se você duvidar, terá problemas para acreditar e ficará mais difícil vencer as tentações. 

Certamente teremos uma “variedade” de provações, algumas maiores e outras meras irritações. Parece que alguns de nós conseguimos lidar melhor com grandes testes do que com as pequenas irritações que nos afligem todos os dias. Qual nota sua esposa lhe daria no teste da sua fé? Precisamos suportar nossos sofrimentos como Jó suportou. 

Regozije-se. “Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor! Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes e recebestes, e ouvistes e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco” (Filipenses 4:4-9). Claramente a maior parte das batalhas são vencidas ou perdidas na mente. Siga o conselho do Senhor por paz no meio da provações. Alegre-se pelo que Deus está fazendo. Pense nestas coisas, fale sobre elas, e ouça somente a isto. Você pode ser forte fisicamente e estar em grande forma, mas quão forte espiritualmente você é? 

Fé é não ver. “Porque andamos por fé e não por vista” (2 Coríntios 5:7). Outras pessoas vão querer saber como as coisas estão indo quando eles sabem que você está experimentando provações em sua vida. Eles estão procurando por sinais de melhora. Nós devemos nos lembrar de que a Bíblia é bem clara: fé não se vê! Responda aos seus questionamentos com dizendo “Deus está trabalhando!” “Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente. Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais e as que se não vêem são eternas” (2 Coríntios 4:16-18). A maioria das pessoas começam a acreditar quando elas começam a ver algo acontecendo, isso não é fé! “Ora, a é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem”(Hebreus 11:1). 

Momentâneas. Quando estamos experimentando o que Paulo chama de “leve tribulação”, isso ainda pode estar nos esmagando. Lembremo-nos de uma importante verdade: essas aflições são apenas momentâneas. “Porque a nossa leve e momentânea tribulação... porque as coisas que se vêem são temporais!”(2 Coríntios 4:18). Essas mesmas aflições não são apenas temporais, mas eles estão produzindo algo maravilhoso para nós na glória. Lembre-se, o sofrimento é temporário e os benefícios vão durar uma eternidade! Vamos “através” do vale da sombra da morte (Salmo. 23). Vamos “através de” desertos (Isaías. 48:21). Deus não intentou que vivêssemos lá, mas que somente passássemos por ele! “Quando passares pelas águas, estarei contigo; e pelos rios, eles não te submergirão. Quando andares pelo fogo, não te queimarás” (Isaías 43:2). 

Atado, mas não sozinho! Você está amarrado e acorrentado pelo pecado? Outro benefício do nosso passar pela aflição é visto no livro de Daniel; os jovens entraram “amarrados”, mas saíram “soltos”, sem quaisquer outras aparências. “Então estes homens foram atados, vestidos com as suas capas, suas túnicas, e seus chapéus, e demais roupas, e foram lançados dentro da fornalha de fogo ardente. E, porque a palavra do rei era urgente, e a fornalha estava sobremaneira quente, a chama do fogo matou aqueles homens que carregaram a Sadraque, Mesaque, e Abednego. E estes três homens, Sadraque, Mesaque e Abednego, caíram atados dentro da fornalha de fogo ardente. Então o rei Nabucodonosor se espantou, e se levantou depressa; falou, dizendo aos seus conselheiros: Não lançamos nós, dentro do fogo, três homens atados? Responderam e disseram ao rei: É verdade, ó rei. Respondeu, dizendo: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, sem sofrer nenhum dano; e o aspecto do quarto é semelhante ao Filho de Deus. Então chegando-se Nabucodonosor à porta da fornalha de fogo ardente, falou, dizendo: Sadraque, Mesaque e Abednego, servos do Deus Altíssimo, saí e vinde! Então Sadraque, Mesaque e Abednego saíram do meio do fogo. E reuniram-se os príncipes, os capitàes, os governadores e os conselheiros do rei e, contemplando estes homens, viram que o fogo não tinha tido poder algum sobre os seus corpos; nem um só cabelo da sua cabeça se tinha queimado, nem as suas capas se mudaram, nem cheiro de fogo tinha passado sobre eles.”(Daniel 3:21-27). Qual será o seu testemunho? Você vai permitir-se caminhar na fornalha de fogo sem chutar, gritar, ou reclamar? 

Olhando para nossas circunstâncias. Quando Pedro olhou para suas circunstâncias ele afundou – e você afundará também. “E Ele disse: Vem. E Pedro, descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas, (vendo) o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me! E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?” (Mateus 14:29-31). 

Para nos testar. “Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações, sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma” (Tiago 1:2-4). 

Mais precioso que o ouro. A prova da sua fé é mais preciosa que o ouro. “Em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados com várias tentações. Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, honra e glória na revelação de Jesus Cristo” (1 Pedro 1:6-7). Tantos falharam em seus testes e continuam a andar no deserto como o povo de Israel andou. Não seja como um deles. 

Mantenha a fé. Não tome outra direção quando as coisas ficarem difíceis. Satanás é conhecido por trazer novas (e erradas) soluções para nossas provações; este é o teste da nossa fé. “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada...” (2 Timóteo 4:7-8). Como o líder de sua família, seguir a direção firmemente é uma obrigação! 

Peça a Deus para enviar um outro homem para estar ao seu lado . Encontre outro homem que irá ajudá-lo a não desistir do seu compromisso. “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará? E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa” (Eclesiastes 4:9-12). Já que o cordão de três dobras não é facilmente quebrado, tente encontrar outros dois homens que estarão ao seu lado, o encorajarão, e o sustentarão firme na direção de sua fé. Aqui estão alguns exemplos de cordões de três dobras encontrados nas Escrituras: 

Moisés, Arão e Hur: “Porém as mãos de Moisés eram pesadas, por isso tomaram uma pedra e a puseram debaixo dele, para assentar-se sobre ela; e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, um de um lado e o outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até que o sol se pôs” (Êxodo 17:12). 

Veja também Sadraque, Mesaque e Abednego no livro de Daniel, capítulo 3. 

Paulo, Lucas e Timóteo. Quando Paulo estava na prisão, ele tinha dois homens para encorajá-lo. Quando Demas foi embora, Paulo procurou Timóteo. É dito que quando Demas foi embora, isso ocorreu porque os cuidados do mundo sufocaram a Palavra que estava nele. Os versos seguintes nos dizem o motivo: “E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a Palavra, mas os cuidados deste mundo e a sedução das riquezas sufocam a Palavra, e fica infrutífera!” (Mateus 13:22). As Escrituras dizem especificamente que podemos nos tormar “infrutíferos” por causa dos cuidados e também das riquezas. Então vamos tomar cuidado para não nos preocuparmos sobre nossas circunstâncias ou nos prendermos à coisas relacionadas ao dinheiro ou possessões. Nós precisamos confiar que “Nosso Deus irá suprir todas as nossas necessidades” (Filipenses 4:19), quando quando “parece” que não haverá dinheiro o suficiente. Muitos Cristãos abandonaram a fé porque a Palavra foi sufocada por causa de problemas financeiros. 

Peça a Deus direção durante as provações. “Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos e Ele endireitará as tuas veredas” (Provérbios 3:5-6). Vamos clamar a Ele por força, chegar-nos mais a Ele no tempo de necessidade. Vamos deixar que Ele nos discipline, nos prove e nos teste. Alegremo-nos sempre em todas as coisas, não apenas nas boas, mas também nos problemas que surgem em nosso caminho. Vamos manter nossa esperança perto dos nossos lábios e firmes em nossas mentes. Lembremos sempre que é a Sua vontade que enfrentemos estes tempos difíceis e que eles são para o nosso bem! 

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito.” (Romanos 8:28) 

“Regozijando-se de terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo nome de Jesus.” (Atos 5:41) 

Aqui estão versículos bíblicos para recorrer durante suas várias provações: 

Deus está no controle, não o homem e não Satanás. 

  • A justiça vem do Senhor (Provérbios 29:26) 
  • A resposta vem do Senhor (Provérbios 16:1) 
  • O Senhor inclina o coração (Provérbios 21:1) 
  • Suas obras estão nas mãos de Deus (Eclesiastes 9:1) 
  • Deus fez isto (Salmos 44:9-15) 
  • Ele (Deus) levanta o vento tempestuoso(Salmo 107: 1-32) 
  • Ele (Deus) removeu o amor e o amigo(Salmos 88:8, 18). 

O que nossas provações fazem por nós? 

  • Então o poder de Cristo habitará em nós (2 Coríntios 12:9-10). 
  • Iremos aprender contentamento (Filipenses 4:9). 
  • Iremos receber uma recompensa (2 Timóteo 4:7-8). 
  • Não teremos falta de nada (Tiago 1:2-4). 
  • Nos capacitará a confortar os outros (2Coríntios 1:3-4). 
  • Para aperfeiçoar o que Ele começou em nós (Filipenses 1:6-13). 
  • Para termos nossa amada de volta (Filemom 1:15-16). 
  • Para recebermos misericóridia(Hebreus 4:15). 
  • Aprendermos obediência (Hebreus 5:7-8). 
  • Produz perseverança (Tiago 1:2-4). 
  • Para recebermos a coroa da vida (Tiago 1:12). 
  • Prova a nossa fé (1 Pedro 1:6-7). 
  • Para seguirmos em Seus caminhos (1Pedro 2:21). 
  • Seremos co-participantes do Seu sofrimento(1Pedro 3:13). 
  • Seremos aperfeiçoados, confirmados, fortalecidos e estabelecidos (1Pedro 5:10). 

Parte 2 

Tentações 

Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor. 2 Timóteo 2:22 

Uma das tentações mais fortes que os homens enfrentam hoje é a imoralidade sexual. Existem muitas formas incluídas na imoralidade sexual, mas não estão limitadas ao adultério, pornografia e masturbação. Vamos focar primeiramente no que as Escrituras falam sobre “adultério”, uma vez que este é o pecado que eu caí. Se não fosse pela divina misericórdia de Deus, e minha preciosa esposa demonstrando por mim um amor muito além do que pensei que fosse humanamente possível, eu teria destruído completamente a minha família. 

Estes versos do livro de Provérbios falam de pai para filho. Por favor, receba-os de mim, seu irmão em Cristo. 

Filho meu, atende à minha sabedoria; à minha inteligência inclina o teu ouvido; Para que guardes os meus conselhos E os teus lábios observem o conhecimento. Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, E o seu paladar é mais suave do que o azeite. Mas o seu fim é amargoso como o absinto, Agudo como a espada de dois gumes.  

Os seus pés descem para a morte; Os seus passos estão impregnados do inferno. Para que não ponderes os caminhos da vida, As suas andanças são errantes: jamais os conhecerás. Agora, pois, filhos, dai-me ouvidos, E não vos desvieis das palavras da minha boca. Longe dela seja o teu caminho, Ee não te chegues à porta da sua casa; Para que não dês a outrem a tua honra, E não entregues a cruéis os teus anos de vida; Para que não farte a estranhos o teu esforço, E todo o fruto do teu trabalho vá parar em casa alheia; E no fim venhas a gemer, no consumir-se da tua carne e do teu corpo. E então digas: Como odiei a correção! E o meu coração desprezou a repreensão! E não escutei a voz dos que me ensinavam, Nem aos meus mestres inclinei o meu ouvido! No meio da congregação e da assembleia Foi que eu me achei em quase todo o mal. Bebe água da tua fonte, e das correntes do teu poço. Derramar-se-iam as tuas fontes por fora, E pelas ruas os ribeiros de águas? Sejam para ti só, e não para os estranhos contigo. Seja bendito o teu manancial, E alegra-te com a mulher da tua mocidade. Como cerva amorosa, e gazela graciosa, Os seus seios te saciem todo o tempo; E pelo seu amor sejas atraído perpetuamente. E porque, filho meu, te deixarias atrair por outra mulher, E te abraçarias ao peito de uma estranha? Eis que os caminhos do homem estão perante os olhos do Senhor, E Ele pesa todas as suas veredas. Quanto ao ímpio, as suas iniqüidades o prenderão, E com as cordas do seu pecado será detido. Ele morrerá, porque desavisadamente andou, E pelo excesso da sua loucura se perderá. Provérbios 5:1-23 

O que podemos aprender das Escrituras sobre o adúltero e a adúltera? 

São as suas palavras que irão atraí-lo ao adultério. “Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais suave do que o azeite. Mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes. Os seus pés descem para a morte; os seus passos estão impregnados do inferno. Para que não ponderes os caminhos da vida, as suas andanças são errantes: jamais os conhecerás”(Prov. 5: 3-6). Tendo isto em mente, tenha muito cuidado com quem você fala. Eu sugiro que você não fale com outras mulheres, ponto final! Se você trabalha com mulheres, seja extremamente cauteloso! O local de trabalho é o lugar onde a maioria dos homens cai no poço de adultério! Como é que eu sei? Foi lá que eu caí! Além disso, Erin tem aconselhado centenas de mulheres cujos maridos as deixaram por outras mulheres, e ela diz que de nove em cada dez vezes, foi alguém que conheceram no trabalho. 

E homens, não se envolvam em “salas de bate papo” na Internet! Esta é a mais recente ferramenta de Satanás para destruir casamentos e famílias. Não seja tão estúpido de pensar que não poderia acontecer com você! Nós, pessoalmente, conhecemos vários homens que iniciaram a seus adultérios na Internet. Homens, adultério sexual começa com adultério emocional. Você ouviu o que eu disse? Adultério sexual começa com adultério emocional. Já ouvi homens cristãos casados e mulheres dizerem que usam salas de bate papo da Internet para testemunhar. Isso é pensamento muito tolo e ingênuo. Embora eles tenham as melhores intenções, o pecado jaz à porta. Não se deixe enganar, isso é uma armadilha! 

Homens, eu vou deixar isso perfeitamente claro. Não seja arrastado para uma conversa com qualquer outra mulher que não seja a sua esposa! Se você ignorar este aviso, como eu fiz, você provavelmente irá viver para se arrepender. 

A mulher adúltera vai usar o seu discurso (a maneira como ela fala com você e o que ela diz a você) para puxá-lo ao adultério e para a morte espiritual. Ela o faz ceder com a multidão das suas palavras sedutoras, com as lisonjas dos seus lábios o arrasta. Ele a segue logo, como boi que vai ao matadouro, e como o louco ao castigo das prisões; até que uma flecha lhe atravesse o fígado, como a ave que se apressa para o laço, sem saber que está armado contra a sua vida” (Provérbios7: 21-23). Muitas mulheres cujos maridos têm caído no poço de adultério relataram que alertaram seus maridos, mas eles nunca atentaram para as suas advertências. Tantas vezes nós ignoramos os avisos de nossas esposas, para a nossa própria destruição. “E estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou dizer-lhe: Não te envolvas na questão desse justo, porque muito sofri hoje em sonho por causa dele” (Mateus 27:19). Ah, se eu tivesse dado ouvidos às advertências da minha esposa. 

Mais uma vez, são as palavras da mulher adúltera que irão arrastá-lo ao adultério. “para te guardarem da mulher alheia, da adúltera, que lisonjeia com as suas palavras” (Provérbios 7: 5). A adúltera lisonjeia: “O homem que lisonjeia a seu próximo arma-lhe uma rede aos passos” (Provérbios 29: 5). Quando alguém elogia, o coração ou a motivação é “conseguir alguma coisa.” 

Sua língua suave. Mais uma vez, é a sua suave voz que, eventualmente, irá atraí-lo ao adultério e também causar-lhe sofrimento financeiro. “para te guardarem da mulher má, e das lisonjas da língua da adúltera. Não cobices no teu coração a sua formosura, nem te deixes prender pelos seus olhares. Porque o preço da prostituta é apenas um bocado de pão, mas a adúltera anda à caça da própria vida do homem. Pode alguém tomar fogo no seu seio, sem que os seus vestidos se queimem? Ou andará sobre as brasas sem que se queimem os seus pés? Assim será o que entrar à mulher do seu próximo; não ficará inocente quem a tocar. Não é desprezado o ladrão, mesmo quando furta para saciar a fome? E, se for apanhado, pagará sete vezes tanto, dando até todos os bens de sua casa. 

O que adultera com uma mulher é falto de entendimento; destrói-se a si mesmo, quem assim procede. Receberá feridas e ignomínia, e o seu opróbrio nunca se apagará”(Provérbios 6: 24-33). “Nem te deixes prender pelos seus olhares” (Provérbios 6:25). 

Agora você entende por que eu te avisei para não falar com outra mulher a não ser a sua esposa? Se você ignorar os avisos da Bíblia, você pode esperar uma queda. 

Sendo o companheiro da prostituta. Deus diz que um homem que faz companhia a uma prostituta irá sofrer financeiramente. “O companheiro de prostitutas desperdiça os bens” (Prov. 29: 3). Várias mulheres vieram à Erin ao longo dos anos e disseram-lhe que porque seus maridos eram tão bem sucedidos nos negócios, eles não pensaram que este princípio bíblico poderia se aplicar a eles. Mas Erin sabia que a Palavra de Deus se aplica a todos. Mais tarde, Cada uma destas mulheres vieram à ela e contaram-lhe do colapso financeiro do marido. Eu também sofri um colapso financeiro (e a minha família sofreu junto comigo). Que tolo! Homens, eu oro de todo o meu coração para que vocês aceitem tudo o que eu tenho compartilhado

Um escravo daquele a quem você obedece. Você deve entender que a mulher adúltera está basicamente, como se costuma dizer, aí fora para te pegar. Mas deixe-me também dizer que muitas vezes esta mulher adúltera não tem ideia de que ela está sendo usada pelo diabo para destruir o homem e sua família. “Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?” (Rom. 6:16). Muitas vezes, a mulher adúltera está ferida. Talvez ela esteja sofrendo porque seu marido ou namorado a deixou, ou ela pode estar vivendo em um casamento conturbado. A armadilha é colocada quando ela começa a compartilhar suas mágoas com você, e você começa a simpatizar com ela e a oferecer sugestões. Não brinque com fogo! Se uma mulher começar a se abrir com você compartilhando suas mágoas ou sentimentos, fuja! Não se preocupe por ser rude. Tudo que você deve dizer é “Eu não sou a pessoa com quem você deveria estar falando sobre isso, com licença por favor.” Em seguida, suma dali. Novamente, não se preocupe em ferir seus sentimentos. Evitar esta armadilha para o bem da sua esposa e filhos é um milhão de vezes mais importante! 

A prostituta geralmente está fora de sua casa. “E eis que uma mulher lhe saiu ao encontro com enfeites de prostituta, e astúcia de coração. Estava alvoroçada e irrequieta; não paravam em sua casa os seus pés” (Prov. 7: 10-11). Esta poderia ser a mulher com quem trabalha, que senta-se ao seu lado no avião, ou até mesmo a mulher que está “por aí” na internet! 

Devemos buscar sabedoria. “A sabedoria clama lá fora; pelas ruas levanta a sua voz. Nas esquinas movimentadas ela brada; nas entradas das portas e nas cidades profere as suas palavras: Até quando, ó simples, amareis a simplicidade? E vós escarnecedores, desejareis o escárnio? E vós insensatos, odiareis o conhecimento? Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras. Entretanto, porque eu clamei e recusastes; e estendi a minha mão e não houve quem desse atenção, antes rejeitastes todo o meu conselho, e não quisestes a minha repreensão, também de minha parte eu me rirei na vossa perdição e zombarei, em vindo o vosso temor. Vindo o vosso temor como a assolação, e vindo a vossa perdição como uma tormenta, sobrevirá a vós aperto e angústia. Então clamarão a mim, mas eu não responderei; de madrugada me buscarão, porém não me acharão. Porquanto odiaram o conhecimento; e não preferiram o temor do Senhor: Não aceitaram o meu conselho, e desprezaram toda a minha repreensão. Portanto comerão do fruto do seu caminho, e fartar-se-ão dos seus próprios conselhos. Porque o erro dos simples os matará, e o desvario dos insensatos os destruirá. Mas o que me der ouvidos habitará em segurança, e estará livre do temor do mal.” (Prov. 1: 20-33). 

Homens, por favor, fiquem longe de qualquer mulher que não é a sua esposa! Conversa amigável pode rapidamente levar para uma conversa íntima, e você será como um boi levado ao matadouro. 

Compromisso pessoal: Para “Tendes grande gozo” quando passardes por várias provações. “Baseado no que eu aprendi com a Palavra de Deus, comprometo-me a permitir o teste da minha fé para ajudar a produzir a minha perserverança. E eu deixarei que a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que eu seja perfeito e completo, sem falta de nada.” 

Junte-se a Vitória! Não assista apenas. Jornada de Restauração não é um esporte para ficar apenas assistindo! Derrame o seu coração em cada Lição!
Por favor, comece a DOCUMENTAR, tendo o SENHOR em mente, sobre o que você aprendeu todos os dias pelos próximos 30 Dias para "Restaurar Seu Casamento".

Quanto mais você derramar o seu coração nos formulários, mais Deus e nós poderemos ajudá-lo. Esses formulários o ajudarão a manter o histórico. CLIQUE AQUI