Sharing is caring!

"O Homem Sozinho"

“Então o Senhor Deus declarou:
‘Não é bom que o homem esteja só;
farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda’”
— Gênesis 2:18 

WM-Portuguese-cover

Deus criou uma mulher para o homem: “...osso dos meus ossos, e carne da minha carne” (Gn 2:23). Então por que nós homens recuamos e aceitamos as filosofias feministas que desonram o papel da mulher como esposa, mãe e dona de casa? Os homens recuaram porque a maioria não tem certeza daquilo que uma mulher foi criada para fazer e para ser. Como vemos hoje no mundo doutrinado pela mídia, os homens não são homens e as mulheres não são mais mulheres. Isto tem sido parte dos planos do movimento feminista há anos – tentar misturar os papéis. Agora temos os dois sexos confusos e infelizes. O resultado? Homossexualidade e lesbianismo correm soltos em nossa sociedade! 

Parte 1 Criada Unicamente 

Criada para o homem. Devemos buscar o conhecimento encontrado na Palavra de Deus para definir como e por que fomos criados. “Assim o homem deu nomes a todos os animais domésticos, às aves do céu e a todos os animais do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea.” (Gn 2:20). “Porquanto o homem não se originou da mulher, mas sim a mulher do homem; além disso, o homem não foi criado por causa da mulher, mas sim a mulher por causa do homem.” (1 Co 11:8-9). 

Quando começamos a nos mover dentro do plano perfeito de Deus para as nossas vidas, podemos então viver a vida abundante que Ele prometeu em Sua Palavra. Nossas vidas refletirão a Palavra de Deus em vez de negá-la. Outros serão atraídos para Cristo através do testemunho de nossas vidas. 

Criados macho e fêmea. “Deus, portanto, criou os seres humanos à sua imagem, à imagem de Deus os criou: macho e fêmea os criou.” (Gn 1:27). “Homem e mulher os criou; e os abençoou, e os chamou pelo nome de homem, no dia em que foram criados.” (Gn 5;2). “Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea.” (Mc 10:6). “Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez.” (Mt 19:4). Quando uma mulher usa suas roupas ou o cabelo em um estilo não feminino ou completamente masculinizado, ela está negando que Deus a criou diferentemente.  

Masculino. Fomos criados para sermos homens. Não se deixe enganar pela psicologia moderna e pense que você precisa ser mais feminino. Precisamos aprender a diferença entre um homem feminino e um cavalheiro. O dicionário Webster define um cavalheiro como um homem de altos princípios, honrado e cortês – não feminino! A verdade repugnante é que nossa sociedade está repleta de homens efeminados! “Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas...” (1 Co 6:9). Se você tentar mudar para se parecer mais com a sua esposa, que exemplo de homem seus filhos terão? Esforce-se para ser educado, mas ainda assim forte; aprenda a ser um cavalheiro. 

Roupas de homem e roupas de mulher. “Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher, porque qualquer que faz isto é abominação ao Senhor teu Deus.” (Dt 22:5). Todos sabemos que a maneira como as pessoas se vestem afeta a forma como agem. Quando uma garotinha usa um vestido novo, toda a sua feminilidade vem à tona e ela tem vontade de ficar rodopiando e dançando. Quando uma mulher usa um avental, ela prefere ficar mais na cozinha preparando a comida para a sua família. Quando ela usa um vestido bonito, ela se sente elegante, linda e até romântica. As roupas realmente “fazem a pessoa”. Infelizmente, muitas mulheres estão se vestindo e parecendo mais e mais com seus maridos ao usarem jeans, tênis e cabelos muitos curtos. Algumas usam um uniforme de trabalho completamente masculino, até com a gravata. Suas maneiras geralmente refletem o que elas estão usando. Por que as mulheres tiveram que usar roupas de homens e não o contrário? A razão é porque os homens simplesmente não fariam isso. Mas ainda assim nós nos permitimos, como maridos e pais, sermos manipulados e deixarmos nossas esposas e filhas pareceram com tolas porque um bando de mulheres masculinizadas nos diz que somos porcos chauvinistas se as protegermos. 

Homens, é hora de nós Cristãos tomarmos posse destes conceitos a fim de começarmos a seguir os princípios de Deus, ensiná-los aos nossos filhos e não nos envergonharmos de falar a Verdade a nossos amigos e familiares. Se esses princípios da Palavra de Deus não têm sido seguidos por ignorância ou rebelião, agora é a hora de nos mostrarmos aprovados. “Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” (2 Tm 2:15). Lembre-se, muitos estão perecendo por falta de conhecimento. “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento.” (Os 4:6). 

Parte 2 Se Tornarem Uma Só Carne 

Deixar seu pai e sua mãe. “Por este motivo, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne”. (Mt 19:5). “Sendo assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. E, portanto, o que Deus uniu, não o separe o ser humano.” (Mt 19:6). Deixar fisicamente não é exatamente o que estes versículos estão dizendo porque, na época em que o Antigo Testamento foi escrito, filhos casados continuavam a viver com seus pais após o casamento. As Escrituras estão falando de deixar espiritualmente ou emocionalmente. É uma transferência de lealdade que um homem faz de seus pais para a sua esposa. Pertence ao homem tomar suas próprias decisões para o bem de sua própria família, da sua esposa e dos seus filhos. Se você está tomando as suas decisões baseadas nas vontades dos seus pais, você está perdendo a cumplicidade que Deus deseja para o seu casamento. Você deve deixar os seus pais (espiritual e emocionalmente) antes que possa se apegar propriamente à sua esposa. 

Apegar-se à sua esposa. “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.” (Gn 2:24). Apegar-se é definido como “agarrar-se desesperadamente à”. Claramente vemos que isto não está acontecendo hoje em dia, já que tantos homens deixam suas esposas. Você ainda está tentando agradar ou receber aprovação da família que você deveria ter deixado? “Mas”, você pode estar dizendo, “ a Bíblia não diz que devemos honrar o nosso pai e a nossa mãe?” Nós devemos honrar os nossos pais mesmo depois de adultos. Entretanto, a Escritura também afirma muito claramente que devemos honrar as nossas esposas. “Igualmente vós, maridos, vivei com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais frágil, e como sendo elas herdeiras convosco da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações.” (1 Pe 3:7). 

Quando temos uma divisão entre o que nossa esposa sente e pensa e o que nossos pais sentem e pensam o que nós, como homens, devemos fazer? A quem devemos honrar? Jesus nos disse ao citar Gênesis. “Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne.” (Mt 19:5). Ele também disse, “Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem.” (Mt 19:6). A razão por que muitos homens não se apegaram de verdade às suas esposas é porque eles não “deixaram” suas mães ou pais. 

Você e sua esposa brigam por causa da sua família ou da família dela? Você defende a sua mãe ou pai ou mesmo seu irmão ou irmã quando há uma disputa, em vez de ficar do lado da sua esposa? Se a sua família está ficando entre vocês, como casal, então você não está apegado – você não é uma carne com a sua mulher. 

Testemunho: O marido de Amber* a deixou por outra mulher, mas depois de mais ou menos dois anos, louvado seja Deus, ele voltou para casa. Entretanto, os problemas ainda continuavam –parece que tudo devido à família dele. Os pais dele se recusavam a aceitar a maneira como eles, o casal, criavam os seus filhos. Entre outras coisas, eles não aceitavam o fato de que eles queriam educar seus filhos em casa e também não compreendiam por que eles não celebravam o Halloween. 

O marido de Amber, por anos, tentou explicar suas fortes crenças Cristãs ao seu pai (que não tinha sido salvo) e à sua mãe Cristã, mas ele descobriu que era impossível ponderar com seus pais. Além disso, embora vivessem em diferentes estados, havia um telefonema semanal de seus pais que geralmente deixava o marido de Amber deprimido. Seus pais continuavam a controla-lo, manipulá-lo e intimidá-lo mesmo ele estando casado há anos. 

Amber ficou surpresa e preocupada quando seu marido lhe disse que iria cortar toda a comunicação com os pais dele. Ela se sentiu responsável, mas seu marido lhe assegurou que era uma decisão dele e que precisava fazer isso para poder se concentrar no seu relacionamento com ela. 

Cerca de sete meses depois, Amber contou que ela e seu marido estavam próximos, em uma relação de uma só carne como nunca haviam estado antes. Ela não questionou ou pressionou seu marido para entrar em contato com os pais dele e nem permitiu que falsa culpa roubasse a benção de ter seu marido apegado a ela e a honrando como sua esposa. 

Homens, façam “o que for preciso” para mostrar à sua esposa que ela é a primeira em sua vida. Quando fizer isto, você perceberá uma proximidade com sua mulher que só acontece quando você se torna um com ela. 

Uma carne. “Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. Então disse o homem: ‘Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada’” (Gn 2:21-23). “...e serão os dois uma só carne; assim já não são mais dois, mas uma só carne.” (Mc 10:8). “Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem.” (Mt 19:6). 

Ser uma carne com nossas esposas é certamente fácil de compreender durante os momentos de intimidade física, mas além da unidade física, precisamos ser um com ela emocionalmente, espiritualmente e mentalmente. Você e sua esposa têm os mesmos objetivos e direções? Você está permitindo ou encorajando divisão em seu lar? Você encorajou ou permitiu que sua esposa buscasse uma graduação ou uma carreira que eventualmente causará divisão? 

Deus criou a mulher para ajudar e completar o homem – não para ser a provedora de um segundo salário. Uma vez que o casamento acontece, eles “não são mais dois, mas uma só carne”. Isto significa que eles vivem a vida juntos como um, não como “colegas de quarto” onde cada um tem uma vida separada do outro. Se a sua esposa é quem está empurrando as coisas para a divisão, ore. Satanás está rugindo ao redor à procura de casamentos para devorar. Se o seu se dividir, ele não permanecerá de pé. (Mateus 12:25, Marcos 3;25, Lucas 11:17). 

É uma abominação. O “uma só carne” físico só pode ser atingido entre um homem e uma mulher. Há um vazio na esposa que foi criado para ser preenchido pelo marido. Deus nos criou macho e fêmea para produzir frutos (filhos) da nossa união. Homossexualismo é pecado. É uma abominação para Deus. Porque a mídia tenta continuamente perverter nosso conceito da Verdade, precisamos renovar as nossas mentes para alinhá-las com o que está escrito nas Escrituras. “Não te deitarás com um homem como se deita com uma mulher. Isso é abominável.” (Lv 18:22). 

Como Cristãos precisamos viver nossas vidas de uma maneira consistente para que não tenhamos uma mente dobre. “Odeio os que são inconstantes, mas amo a tua lei.” (Sl 119:113). “...pois tem mente dividida e é instável em tudo o que faz.” (Tg 1:8). “Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.” (Tg 4:8). Não podemos ser mornos a respeito de uma coisa que é uma abominação para Deus. Não tenha medo de falar a verdade sobre esse assunto. (Veja o capítulo 12, “Fruto do Ventre”, para mais esclarecimentos.) 

Homem independente da mulher. A união na carne de um homem e sua esposa traz filhos como frutos, e além disso nós temos também o fruto de nossa união mental e emocional: a combinação de nossos corações e desejos. Deus criou as mulheres e a nós homens com certas necessidades; nossos cônjuges devem preencher os vazios em nossas vidas para que operemos como uma engrenagem que funciona bem à medida que vamos nos movendo pela vida. Se preenchermos os nossos vazios longe dos nossos pares, a engrenagem se desengata. Quanto mais preenchermos nossos vazios longe de nossos cônjuges mais nossos relacionamentos se desagregam. Logo descobrimos que não há nada mais a que se agarrar. 

Muitos de nós acreditaram na mentira de que não é bom depender um do outro. Ser dependente é ridicularizado como a “doença” da codependência da qual precisamos ser curados. “Todavia, no Senhor, nem a mulher é independente do homem, nem o homem é independente da mulher, pois, assim como a mulher veio do homem...” (1 Co 11:11- 12). Lembre-se, Deus criou um vazio em cada um de nós que somente nosso cônjuge pode (ou deveria) preencher. Quando violamos os caminhos de Deus, colhemos as consequências. Como homens devemos ser os provedores, os protetores e os líderes espirituais de nossas esposas e filhos. Nossas mulheres devem ter filhos (nossa herança), nutri-los e ensiná-los, confortar, prover as refeições para a família e manter a casa limpa e bem conservada. 

Em fadiga. “E ao homem disse: Porquanto destes ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei dizendo: Não comerás dela; maldita é a terra por tua causa; em fadiga comerás dela todos os dias da tua vida.” (Gn 3:17). Após a queda do homem, tanto o homem quanto a mulher receberam uma punição; à mulher foi dada a dor do parto, e o homem teria que trabalhar o solo. Então por que a punição do homem é frequentemente compartilhada por homens e mulheres? Quando as mulheres ganham o seu próprio dinheiro, elas obviamente querem tomar as suas próprias decisões de como gastá-lo. Quando as esposas têm carreiras diferentes da de cuidar do lar e dos filhos, os interesses do casal ficam divididos e eles se tornam independentes um do outro. 

Protetor. Quando as mulheres protegem a si mesmas porque sentem que podem ou precisam “lutar suas próprias batalhas”, elas começam a sentir que não precisam da nossa proteção. É a sua mulher quem diz ao vendedor para ir embora ou se livra do homem à porta – provavelmente com mais gosto do que você faz? Você se esqueceu de como lidar com essas situações desde que se casou com sua esposa? Quem usa as calças de verdade na sua família? Se você disser à sua esposa para pegar leve ou ir mais devagar, ela te manda cuidar do que é da sua conta, ou até pior? É da nossa conta proteger nossas mulheres e filhos. Então o que fazer quando elas continuam a assumir o comando ou assumir a nossa posição? 

Primeiro, temos que reconhecer que elas tomaram esta atitude devido à nossa negligência. Ou não aceitamos o desafio ou estávamos ausentes por causa do trabalho, hobbies, ou seja o que for. Uma vez que admitamos isso, então podemos confessar às nossas mulheres. Depois, independentemente de como ela aceitar as novas disposições, devemos nos encarregar de cada desafio que vier contra a nossa família. Podemos dizer que atacaríamos qualquer um que tentasse fazer mal a um membro da nossa família, mas como lidamos com um mau serviço no restaurante ou com as grosserias do homem que vem consertar alguma coisa? Seus filhos ou filhas adolescentes sabem que se forem desrespeitosos com a mãe deles, vão sofrer sérias consequências com você? 

Povoai a terra abundantemente. A Bíblia diz que Deus é quem abre o útero, mas tem alguém tentando controlar quantos filhos você e sua esposa terão? É você, seus pais ou seus sogros? Quantas vezes você já ouviu um homem dizer que sua esposa não quer ter mais filhos? Houve um tempo, em um passado não muito distante, quando isso podia ser usado como uma razão para um homem se divorciar de sua esposa. Mas novamente, o movimento feminista desafiou tudo isso. Agora é legalmente aceito matar o nosso “erro”, se nossos métodos contraceptivos falharem. 

Homens, acordem! Se você não está deixando que Deus determine o tamanho da sua família, então você está permitindo que sua própria herança seja destruída através de doutrinas iníquas e socialistas! Você está negligenciando a razão primeira por que Deus criou a mulher para o homem – para serem fecundos e se multiplicarem. “Mas vós frutificai, e multiplicai-vos; povoai abundantemente a terra, e multiplicai-vos nela.” (Gn 9:7). Se sua esposa não quer mais ter filhos, é melhor que você comece a orar ao Senhor para abrir os olhos dela para a Verdade ou enviar mulheres piedosas que a influenciarão a tomar o caminho correto. E se o problema é você, é melhor parar de adorar o Todo Poderoso Dinheiro ou o Baal das Posses, ou parar de se dizer Cristão porque você está difamando o Cristianismo! (Novamente, veja o capítulo 12, “Fruto do Ventre”, para mais esclarecimentos.) 

Perguntem a seus próprios maridos em casa. Irmão, você está liderando nos assuntos espirituais? Sua esposa vem até você com perguntas porque você é o líder espiritual dela? Ou ela pensa, “ Por que eu iria até ele? O que que ele sabe? Sou eu que vou a todos os estudos Bíblicos e seminários!” “Nas assembleias à porta da cidade, onde seu marido toma assento entre as autoridades de sua terra, ele é respeitado.” (Pv 31:23). 

Homens, temos que ter um papel ativo na liderança, no lar e em nossas igrejas. Não transfira o seu papel de líder espiritual para o pastor, o professor da Escola Dominical, ou o professor de estudo Bíblico. Não continue a dar desculpas; comece agora. “E, se querem aprender alguma coisa, perguntem em casa a seus próprios maridos; porque é indecoroso para a mulher o falar na igreja.” (1 Co 14:35). Companheiros, se vocês realmente querem que suas esposas os amem tornem-se poderosos homens de Deus. Ela será atraída para você como o aço é atraído por um ímã! 

Pai. Como pais, muitos de nós têm sido destituídos de nosso papel ou sujeitados a um tipo paterno feminilizado. Alguns de nós têm sido criticados pela forma como lidamos ou tratamos os nossos filhos com tanta frequência que simplesmente paramos de “interferir”. Entretanto, a mídia está tentando nos moldar na forma de pais efeminados para que não haja diferença entre maternidade e paternidade – assim, se torna tudo “parentalidade”. 

Deus proveu as crianças com uma mãe e um pai propositalmente com características diferentemente distintas. Nossas crianças precisam tanto do pai quanto da mãe a fim de crescerem sem ressentimentos e problemas emocionais. Se os papéis estão misturados e indefinidos, quem precisa de um pai? “Honra a teu pai e a tua mãe; e amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Mt 19:19). 

Uma esposa virtuosa, quem a encontrará? Nós maridos precisamos de uma mulher que possa tomar conta das nossas necessidades físicas cozinhando, lavando nossas roupas, cuidando da casa, tendo nossos filhos, nutrindo-os, ensinando-os e treinando-os. 

Você e sua esposa se declararam “liberais” rejeitando os papéis Bíblicos do marido e da mulher em seu lar? Ou vocês estão seguindo e obedecendo a Palavra de Deus? “Mulher virtuosa, quem a pode achar? Pois o seu valor muito excede ao de joias preciosas. O coração do seu marido confia nela, e não lhe haverá falta de lucro. Ela lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida. Ela busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com as mãos. É como os navios do negociante; de longe traz o seu pão. E quando ainda está escuro, ela se levanta, e dá mantimento à sua casa... Não tem medo da neve pela sua família; pois todos os da sua casa estão vestidos de escarlate.” (Pv 31: 10-21). 

“Está certo”, você provavelmente está dizendo. “Quem pode achar uma excelente esposa?” Homens, vocês podem estar um pouco desgostosos agora enquanto pensam na mulher com quem se casaram e consideram como ela desapontou a você e aos seus filhos. Mas, antes de atacá-la, você deve se fazer esta pergunta: No fundo quem é o responsável por tudo que acontece na sua casa? É você. Você deve ser o marido apropriado, pai e líder da sua família. Pergunte-se a si mesmo se você encorajou sua esposa a ser uma “dona de casa” ou se em vez disso você a deixou ser levada pela ideia de conseguir uma graduação na faculdade ou ter a própria carreira? 

Se você estiver em uma situação que precisa ser mudada, não vá à sua esposa com novas exigências. Ame-a. Tenha paciência com ela. Ouça-a. Compreenda-a. Se você realmente a ama e ela sente isso, ela fará qualquer coisa por você. Aspereza resultará somente em dor e/ou rebelião. 

Não vos negueis um ao outro. Se você tem seguido a corrente feminista de pensamento e sua mulher foi liberada dos seus deveres como esposa e mãe, muito provavelmente vocês também se tornaram “liberados” de sua união física. “Porém, por causa da imoralidade, cada homem tenha sua esposa, e cada mulher, seu marido. O marido deve cumprir seus deveres conjugais para com sua esposa, e, da mesma forma, a esposa para com seu, marido. A esposa não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas, sim, o marido. Da mesma maneira, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas, sim, a esposa. Portanto, não vos negueis um ao outro, exceto por mútuo consentimento, e apenas durante algum tempo, a fim de vos consagrardes à oração. Logo em seguida, uni-vos novamente, para que Satanás não vos tente por causa da vossa falta de controle.” (1 Co 7:2-5). 

Quando há falta de união nessa área, devemos ir à raiz do problema – nossos papéis não estão de acordo com a ordem que Deus estabeleceu. Muitos homens, querendo evitar qualquer confronto com suas esposas, permitem que os problemas em casa os desgastem e eventualmente cedem às fraquezas e tentações. “Pois os lábios da mulher imoral destilam mel, sua voz é mais suave que o azeite...” (Pv 5:3). “Com a sedução das palavras o persuadiu e o atraiu com o dulçor dos lábios. Imediatamente ele a seguiu como o boi levado ao matadouro... sem saber que isso lhe custará a vida.” (Pv 7:21-23). Homens, conversar com a sua esposa não significa confrontá-la sobre esse assunto. Se você compartilhar o seu coração e os seus sentimentos com amor, ela não ficará tentada a se tornar defensiva. 

Detê-la. Não se engane pensando que você deve “tomar o controle”. Isto só vai levar a brigas. Você se lembra da mulher contenciosa? “Goteira pingando sem parar em dia de chuva e a mulher ranzinza são irritações muito parecidas; detê-la é como tentar frear o vento, como conter o óleo com as mãos.” (Pv 27:15-16). Homens, amem as suas esposas como a Bíblia diz. “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.” (Ef 5:25). 

Parte 3 Quem Deveria Ser o Líder Espiritual? 

Uma pergunta que muitas mulheres fazem é “Quem deveria ser o líder espiritual já que meu marido não é e nem será? Ou muitas dirão “Eu tenho que ser o líder espiritual do nosso lar porque meu marido nem é Cristão!” Por que tantos homens estão negligenciando suas posições como o cabeça de suas famílias? 

Seu marido é conhecido. As verdadeiras mulheres Cristãs desejam que seus maridos sejam líderes espirituais. “Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra.” (Pv 31:23). No entanto, algumas mulheres decidiram que querem ser as líderes. E já que muitos de nós negligenciamos nossos papéis de liderança, deixamos nossas esposas expostas a serem enganadas por ensinamentos de pastores liberais. Assim, muitas delas têm sido levadas cativas. “Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; sempre aprendendo, mas nunca podendo chegar ao pleno conhecimento da verdade.” (2 Tm 3:6-7). Muitas igrejas estão agora transbordando de homens fracos e mulheres cheias de opinião. Nossa eficácia como corpo da igreja tem sido grandemente impedida porque muitos homens, homens Cristãos, não estão aceitando os papéis que Deus lhes deu como líderes! “Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? Para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens.” (Mt 5:13). 

Cristo é o cabeça de todo homem. Cristo é o cabeça de todo homem, não apenas dos homens Cristãos. “Quero, porém, que saibais que Cristo é a cabeça de todo homem, o homem a cabeça da mulher, e Deus a cabeça de Cristo.” (1 Co 11:3). 

Ensinar ou exercer autoridade sobre o homem. “E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade sobre o homem. Esteja, portanto, em silêncio.” (1 Tm 2:12). “Os opressores do meu povo são adolescentes e as mulheres os governam como desejam. Ah, povo meu! Os teus dirigentes te desencaminham com mentiras, te confundem acerca do caminho em que deves andar.” (Is 3:12). Quando uma esposa governa a casa, tudo que há são problemas. Se a sua mãe ou a mãe da sua mulher tomaram o controle da casa dela, há chances de que seu lar esteja seguindo o mesmo modelo. Como um homem Cristão, você não pode, em sã consciência, permitir que isso continue. Isto não quer dizer exigir que sua esposa te passe o controle. Lembre-se de que foi por causa da sua negligência que as coisas ficaram fora de ordem. Você deve, primeiro, separar um tempo para orar, ler a Bíblia e meditar. Isto vai exigir esforço da sua parte, mas Deus irá te guiar e direcionar os seus caminhos se você buscá-Lo para obter respostas. Quando a sua esposa vir a sua força espiritual demonstrada através do seu amor por ela, pelos seus filhos e pela Palavra de Deus, ela alegremente te dará a posição de liderança. 

Sujeitem-se aos seus próprios maridos em tudo. Como homens não podemos escolher quando queremos liderar as nossas famílias. “Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor... de igual modo as esposas estejam em tudo sujeitas a seus próprios maridos.” (Ef 5:22-24). Está claro nestes versículos que Deus colocou todos os maridos em posição de líder do lar. 

Ninguém pode servir a dois mestres. Quando as coisas estão fora de ordem em nossos lares, porque negligenciamos a liderança de nossas famílias e não dirigimos o que acontece, nossas esposas e filhos começarão a nos desprezar. Lembre-se, se você tiver entregue a maior parte da autoridade para outras pessoas e instituições, confusão e rebelião irão reinar! “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro.” (Mt 6:24). Um exemplo disto é quando uma criança que ouve e obedece aos seus pais é mandada para a escola. Após algumas semanas, ela começa a dizer aos pais que eles estão errados e o professor está certo! (Veja o capítulo 15, “As Instruções do Pai”, para mais esclarecimentos sobre educação em casa e o que você deveria considerar e orar a respeito antes de enviar seus filhos para a faculdade.) 

Ele tudo fará. Sua esposa às vezes age como se ela fosse o seu Espírito Santo pessoal? Por que ela faz isso? Será que é porque você tem se descuidado de ganhar a sabedoria espiritual e o conhecimento necessário para liderar a sua família eficazmente? A sua esposa conhece a Bíblia melhor do que você? Ou os seus filhos têm mais conhecimento das Escrituras do que você tem? Se você acha que é tarde demais para aprender ou que você está muito atrasado para passar à frente de sua esposa e de seus filhos para lidera- los adequadamente, você está errado. Já que Deus nos chamou para sermos os líderes de nossos lares Ele irá nos capacitar. Devemos confessar o nosso pecado de negligência. “Confessai, portanto, os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A súplica de um justo pode muito na sua atuação.” (Tg 5:16). Vamos nos gloriar nas nossas fraquezas. “E ele me disse: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. Por isso, de boa vontade antes me gloriarei nas minhas fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder de Cristo.” (2 Co 12:9). E acima de tudo, confie no Senhor. “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.” (Sl 37:5). 

O lavar da água por meio da Palavra. Homens, precisamos compreender que o dizemos às nossas esposas, o que lemos para elas, e o que permitimos ou as encorajamos a assistir é extremamente importante. “Maridos, cada um de vós amai a vossa esposa, assim como Cristo amou a sua Igreja e sacrificou-se por ela, a fim de santificá-la, tendo-a purificado com o lavar da água por meio da Palavra, e para apresentá-la a si mesmo como Igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou qualquer outra imperfeição, mas santa e inculpável.” (Ef 5:25-27). Alguns de nós reclamam que nossas esposas nos chateiam, mentem para nós, ou começam discussões conosco. Porém, nós já paramos alguma vez para considerar o que elas têm assistido todos os dias – provavelmente novelas? Vocês assistem juntos à noite àqueles seriados estúpidos onde os homens são retratados como fanfarrões e as mulheres são todas comediantes contenciosas? Com quais filmes você satura a sua esposa? De que tipo de filme você se satura? Da próxima vez que você e sua mulher ou sua família se sentarem para assistir a qualquer coisa, pense no que vocês estiverem assistindo como um “filme de treinamento”, porque o comportamento ali demonstrado será aprendido e praticado! 

A porta estreita. Homens, entrem pela “porta estreita” desligando a televisão. E parem de enviar a sua contribuição semanal ou mensal para aqueles que odeiam a Deus em Hollywood através das idas ao cinema. “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela.” (Mt 7:13). 

Pelos seus frutos os conhecereis. Que tipo de fruto você está produzindo como um marido e pai Cristão? “Pelos seus frutos os conhecereis...” (Mt 7:16). Se você não está guiando a sua família diariamente na Palavra, então você provavelmente está produzindo espinhos e não frutos. Você lê a sua Bíblia diariamente? Se lê, por quanto tempo? Compare o tempo que você passa lendo o jornal e revistas com o tempo que gasta na leitura da Bíblia. Se você não está passando tempo suficiente lendo a Palavra, o que você vai fazer a respeito? Você está colocando em prática o que tem aprendido neste manual? Qualquer um pode ver mudanças em você? “Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita, que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer.” (Tg 1;23-25). 

Parte 4 O Relacionamento de Marido e Mulher 

Nós homens devemos ser os líderes espirituais de nossos lares. A Bíblia diz que devemos ter o mesmo tipo de relacionamento com nossas esposas que Jesus Cristo tem com a Sua Igreja. Vamos estudar a Sua Palavra juntos e aprender mais sobre como nós maridos devemos ser com nossas esposas. 

O cabeça. “Pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja...” (Ef 5:23). “Cristo é a cabeça de todo homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo” (1 Coríntios 11:3). Nós aprendemos no capítulo 8, “Governa Sua Própria Casa”, sobre o relacionamento de autoridade na casa. Também aprendemos os benefícios de nossas esposas serem submissas a nós, para a proteção delas e de nossos filhos. As Escrituras comparam Cristo, como cabeça da igreja, conosco como cabeças de nossas esposas. Assim como a boa liderança é a chave para qualquer empresa bem administrada, o mesmo se dá com nossos lares. Devemos liderar! Não perca isso de vista – você deve liderar. Tome o controle apresentando soluções para os problemas que surgirem em sua casa. Liderar apropriadamente significa você andar no caminho correto (através da porta estreita) e sua mulher e seus filhos seguirem. Muitos homens “dizem” às suas mulheres e filhos o que fazer, mas ainda assim não desejam liderar pelo exemplo! 

O salvador. “Pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador.” (Ef 5:23). O marido é o salvador do corpo. Muitos de nós agimos como se nossas esposas fossem as salvadoras da família. Um exemplo disto é quando permitimos, ou mais frequentemente, encorajamos nossas mulheres a conseguirem um emprego quando estamos passando por crises financeiras. Isto só nos rouba uma benção! Você deve cumprir o seu papel como o cabeça e salvador da sua família. Ponha a sua fé em Deus. Ele irá te dirigir e te guiar uma vez que você se comprometa a liderar sua esposa e seus filhos. 

Criado para carregar as cargas. Nós homens fomos criados para carregar as cargas da família; simplesmente olhe para seus ombros largos e musculosos comparados aos da sua esposa. As mulheres têm até tentado imitar estes ombros com ombreiras! Além da nossa força física fomos realmente feitos para trabalhar melhor sob pressão. Talvez você ache que não pode lidar com a pressão porque sempre teve a sua esposa como uma segurança. Mas a sua mulher não foi criada para suportar pressões extremas vindas de áreas para as quais ela não é dotada. Deus fez as mulheres com habilidades de lidar com várias coisas ao mesmo tempo. Elas são capazes de fazer a casa funcionar com todos os cuidados exigidos e lidar com crianças de várias idades, personalidades e necessidades. Elas planejam e preparam as refeições, limpam, estão sempre em uma arrumação contínua, e acompanham os horários agitados da família. Parece que conseguem fazer tudo, mas você deve se lembrar de que sua esposa é o “vaso mais fraco”. Você precisa aprender a protegê-la do excesso de pressões e de estresse. Não despeje todos os seus problemas sobre ela ou diga o quanto você está preocupado sobre isto ou aquilo. Leve os seus fardos ao Senhor. 

São um. “Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne”. (Ef 5:31). Em Efésios 5:28 também diz, “Da mesma forma, os maridos devem amar as suas mulheres como a seus próprios corpos. Quem ama sua mulher, ama a si mesmo.” “Portanto, cada um de vocês também ame a sua mulher como a si mesmo...” (Ef 5:33). Temos ouvido o termo “uma só carne” com tanta frequência sem que realmente compreendamos o seu significado. Pensamos em “uma só carne” como a consumação do casamento. Porém, estamos falhando em completar a “união” se também não nos unirmos com nossas esposas emocional e espiritualmente. 

Santificar. Maridos, nós desempenhamos um grande papel na santificação das nossas esposas, como veremos nas próximas Escrituras. “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, a fim de a santificar, tendo-a purificado com a lavagem da água, pela palavra, para apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.” (Ef 5:25-27). Essa é uma verdade Bíblica muito poderosa que poucos compreenderão. Como maridos podemos santificar (purificar) nossas esposas quando lemos as Escrituras com elas. Você lê a Palavra de Deus diariamente com a sua esposa? Como a igreja mantém o corpo limpo do pecado que se arrasta para dentro dela? Ela permanece pura pela leitura da Palavra de Deus. Com as esposas é a mesma coisa. Homens, como vocês estão se saindo nesse sentido? 

Amor. Maridos, ame cada um a sua mulher, assim como Cristo amou...” (Ef 5:25) “Da mesma forma, os maridos devem amar cada um a sua mulher...” (Ef 5:28). “Maridos, ame cada um a sua mulher e não a tratem com amargura” (Cl 3:19). Desde que o movimento feminista permeou a igreja com mentiras, tem havido uma “mistura” dos papéis e mandamentos dados aos homens e às mulheres. Nós continuamos ouvindo outros dizerem que Deus ordenou aos homens e às mulheres que amassem seus cônjuges. Este “mandamento” foi somente dado ao marido. Na verdade, a única referência a respeito da mulher amar seu marido é dada em Tito. A mulher mais velha é encorajada a ensinar a mulher mais nova a amar seu marido e seus filhos. 

Deuteronômio 4:2 diz, “Nada acrescentem às palavras que eu lhes ordeno...” Isto significa que uma esposa não deve amar seu marido? É claro que deve! “...e vivam em amor, como também Cristo nos amou e se entregou por nós...” (Ef 5:2). O papel principal da esposa é aquele de respeitar e submeter-se a seu marido. Amor, o amor genuíno, então virá. 1 João 4:19 diz, “Nós amamos, porque ele nos amou primeiro.” Nossas esposas irão nos amar quando primeiro mostrarmos amor a elas. 

Um marido que mostra amor verdadeiro por sua esposa, à maneira que a Bíblia ordena, estará protegido da separação ou do divórcio. Romanos 8: 35 diz, “Quem nos separará do amor de Cristo? Será a tribulação, ou ansiedade, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?” 

O seu amor por sua mulher a motivará a fazer o que você pedir. “Pois o amor de Cristo nos constrange...” (2 Co 5:14). 

Dizer que a ama não é suficiente; nossas ações devem seguir as palavras. “...e andai em amor, como Cristo também vos amou, e se entregou a si mesmo por nós.” (Ef 5:2). 

São sujeitas.”Assim como a igreja está sujeita a Cristo, também as mulheres estejam em tudo sujeitas a seus maridos” (Ef 5:24). “Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como convém a quem está no Senhor” (Cl 3:18). “Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor” (Ef 5:22). As mulheres também devem ser “...puras, a estarem ocupadas em casa, e a serem bondosas e sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada” (Tt 2:5). Podemos delegar certas tarefas, mas nosso papel é ser o cabeça, e nossas esposas devem estar sujeitas a nós. Não devemos permitir que elas fiquem sob a autoridade de outro homem (um chefe, um professor da Escola Dominical, ou mesmo um pastor). (Por favor, veja o capítulo 14, “Prover para os Seus”, para mais esclarecimentos.) Temos que ser a autoridade final e definitiva aqui na terra sobre nossas mulheres e filhos. 

Entregou a Si mesmo. “Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.” (Ef 5:25). O feminismo tem praticamente destruído o cenário do “cavaleiro de armadura brilhante”. Porém, na Escritura, vemos que nós devemos ser esse homem galante que deseja dar tudo de si pela sua mulher e pela sua família. Você está sendo “roubado das bênçãos” porque é sempre a sua mulher quem “salva o dia”? Homens, se ocupem em governar a sua casa. Fique por perto mais vezes, não como um convidado, mas como uma figura ativa e governante. Preste atenção ao que está acontecendo em sua casa para que você possa participar e estabelecer regras durante aquelas “mini crises” que ocorrem tão frequentemente. Isto permitirá que sua esposa se torne gentil, quieta e feminina. Ela então te descobrirá, ou redescobrirá, e começará a apreciar a sua força e a sua liderança. Mas você tem que fazer isto com humildade ou ela se ressentirá de você assumir o controle. Faça com uma atitude de cuidado. Deixe que ela saiba que você percebe que a deixou com o fardo inteiro por tempo demais. 

Cuidar e prover. “Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.” (1 Tm 5:8). Se você está permitindo (ou encorajando) sua esposa a trabalhar fora de casa, então Satanás está te usando para executar seus planos de dividir seu lar e roubar as bênçãos. Renove a sua mente e leve cativo todo pensamento à obediência de Cristo. Esta área é coberta com mais profundidade novamente no capítulo 14 “Prover para os Seus”. Por favor compreenda que uma das principais razões por que muitas mulheres estão infelizes e frustradas é por estarem tentando exercer um papel para o qual não foram designadas – o de provedoras. Se o marido e a mulher estão trabalhando, quem está em casa? 

Homens, a casa pela qual você e sua mulher trabalham e se escravizam está lá vazia! Suas “pequenas bênçãos” estão sendo cuidadas e ensinadas por uma pobre imitação de sua esposa. Há alguma dúvida sobre o porquê você se sente frustrado e sua esposa não se sente realizada? 

Nos alimenta. Como homens, sabemos que somos nós quem deve trazer a “comida para casa”, mas é de alimento espiritual que nossos filhos e esposas estão literalmente famintos! “...ninguém jamais odiou o seu próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida, como também Cristo faz com a igreja.” (Efésios 5:29). Esta “refeição” deve vir da Palavra de Deus. Muitos de nós nos sentimos inadequados nesta área. Muitos não sabem por onde começar. Ore ao Senhor pedindo forças e direção diariamente! Satanás com certeza te atacará nesta área porque ele sabe o quão poderosamente importante isso será para o crescimento espiritual de sua família. Ele fará com que você se sinta inútil, incapaz e totalmente estúpido. Ele tentará usar brigas entre você e sua esposa ou seus filhos para impedir os seus momentos de leitura em família da Palavra de Deus. Você é homem o suficiente para reagir? Concentre-se em vencer uma batalha de cada vez, e você ganhará a força necessária para sair vitorioso nesta área da vida espiritual de sua família. Não os envie para estudos Bíblicos, seminários, Escola Dominical e Escolas de Férias Bíblicas. Para ser um líder eficaz em sua casa, você deve resistir à tentação de passar a sua autoridade para outros. Se você sente que não tem tempo suficiente, ore para que Deus te mostre o que você pode cortar e assim economizar tempo. Faça isso agora – apenas uma oração curta – e então obedeça. 

Uma só mulher. “É necessário, pois, que ... seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar.” (1 Tm 3:2). “...alguém que seja irrepreensível, marido de uma só mulher, tendo filhos crentes que não sejam acusados de dissolução, nem sejam desobedientes.” (Tt 1:6). Nesta época de casamentos múltiplos, vamos nos lembrar que como Cristãos casados representamos uma imagem de Cristo e Sua igreja. Separação ou divórcio ferem o testemunho que damos a um mundo perdido e agonizante. Precisamos mostrar a este mundo desnorteado, através do nosso exemplo, que devemos ser maridos de uma única esposa. Jesus disse que dois se tornariam um, não três ou quatro se tornariam um. “Assim já não são mais dois, mas uma só carne.” (Mt 19:6). Irmãos, “Seja bendito o teu manancial; e regozija-te na mulher da tua mocidade.” (Pv 5:18). 

REGOZIJA-TE na Mulher da Tua Mocidade! 

Comprometimento pessoal: Me tornar o líder espiritual da minha família. “Baseado no que aprendi da Palavra de Deus, eu me comprometo a ser o líder espiritual da minha família, especialmente da minha esposa. Eu me comprometo a estudar a Palavra diariamente e a purificar a minha esposa com a Palavra para que ela se torne sem manchas ou culpa. 

Junte-se a Vitória! Não assista apenas. Jornada de Restauração não é um esporte para ficar apenas assistindo! Derrame o seu coração em cada Lição!
Por favor, comece a DOCUMENTAR, tendo o SENHOR em mente, sobre o que você aprendeu todos os dias pelos próximos 30 Dias para "Restaurar Seu Casamento".

Quanto mais você derramar o seu coração nos formulários, mais Deus e nós poderemos ajudá-lo. Esses formulários o ajudarão a manter o histórico. CLIQUE AQUI